segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Envelhecendo com dignidade...

Um dos assuntos que mais atraiu a minha atenção hoje foi o pessoal comentando sobre o Axl Rose e o show dele ontem no Rock in Rio... Bem, eu assisti hoje de tarde pelo you tube.
Deu vontade de fazer algumas considerações e constatações.

 Desculpem colegas, mas o show foi fraco. Por muitos motivos. Ele não tem condições físicas (não é gordura não, porque Tim Maia mandava muito bem (antes de ficar doente) e sempre foi obeso; ele não tem condições aeróbicas, vocais e de saúde. Ele tá péssimo. Os músicos não eram ruins, mas para chegar ao nível de qualidade que eles se propunham a oferecer há 20 anos atrás.

Eu quero destacar algumas qualidades necessárias para o que chamamos de QUALIDADE. Algo tem qualidade quando tem técnica que envolve a arte, (ou a coisa, ou o que for), quando tem constância (funciona bem, mesmo depois de "bastante usado" se me entendem), quando cumpre aquilo a que se propõe.

Mas falando em arte, envelhecer com dignidade não é parar de usar visual exótico, calçar pantufas, pegar os óculos e ir pra varanda. Envelhecer com dignidade é dar continuidade à sua obra, é manter o nível, se possível melhora-lo, ou ter a percepção de que é hora de parar, como fazem grandes esportistas, artistas do corpo.
Envelhecer é apenas conseqüência da vida de todos nós, não uma desculpa, um argumento para justificar seus erros. "Eu posso fazer malfeito porque estou velho" . Não, não pode. Então pare de fazer e deixe que outro faça em seu lugar se for pra fazer merda.

Vou citar exemplos de gênios das artes que para mim, envelhecem e envelheceram com dignidade:

1- Mick Jagger: Já é sessentão, e tem fôlego para mais 50 anos, assista a qquer vídeo recente dele e verá como ele transborda energia, ritmo e puro rock n' roll

2- Tina Turner: Pura energia, potência vocal, afinação 100%, é a razão da simpatia, do poder, do algo mais e da alegria!

3- Frejat, não é mais nenhum mocinho e arrasou no Rock n' Rio, com aspecto lindo, saudável, voz impecável, e a mesma qualidade (aprimorada) de sempre. Pura elegância no Rock n' Roll.

4- Ozzy Osbourne: Homem que viveu inúmeros problemas de drogas, de obesidade, de família, ta aí,  continua ativo, fez um showzaço este ano aqui no Brasil, sua voz está impecável e seu poder de liderança no palco é assustador.

5- Meu amado e querido Lobão, 50 anos, MANDANDO VER E QUEBRANDO TUDO com rock brasileiro e INTELIGENTE, FILOSÓFICO.

Mudando de áreas só pra salpicar no texto, tantos outros que ficam velhos, ficam melhores, vide Jorge Amado, José Saramago, Mario Lago, Paulo Autran, Fernanda Montenegro, gente, eles produzem e produziram COM ALTISSIMA QUALIDADE sem deixar a peteca cair! O que todas essas pessoas tem em comum? Elas transpiram PAIXÃO pelo que fazem. A alegria que o Ozzy entra num palco, imagine quantas vezes ele já não fez isso na vida? Ele entra radiante! Cheio de energia!
No show da Zizi Possi, 30 anos de carreira, ela SE EMOCIONA ao cantar músicas de 20 anos atrás.
Tina Turner sorri pras pessoas e canta com a alma, doando o que tem de melhor, porque ainda é vinho bom!

Estar gordo, velho, drogado, sei la, não é justificativa para apresentar queda na qualidade do que faz, envelhecer com dignidade é seguir a escolha que vc fez pra sua vida, não se entregar as dificuldades que a idade, a vida, a doença traz, e se não conseguir superar, ter sabedoria para decidir quando parar. Picasso, Beethoven, Volpi, nossa, podemos ficar tempos aqui pensando em pessoas que fizeram coisas lindas de alta qualidade até a 3ª, 4ªidade, rs*

Envelhecer com dignidade é tratar os mais jovens com respeito e amor, mostrar como se faz, dar o exemplo. Tem gente que envelhece e acha que por isso não precisa mais ser elegante, educado, e pode chutar o balde nas pessoas. Tem gente que envelhece e vira guru, é seguido pelos mais jovens pelos seus exemplos e ensinamentos.

Repito, reveja seu objetivo de vida. O que você decidiu ser. Quem você decidiu ser. E mantenha esses princípios até o fim, com a mesma qualidade da juventude. Isso é envelhecer com dignidade. Se não for assim, você está só "morrendo aos poucos".

Pra mim, o show de ontem do Axl Rose me mostrou que ele parecia estar cumprindo agenda, contrato. Os músicos da banda eram músicos profissionais comuns, mas que não estavam à altura do produto Guns N' Roses que eles vendiam para o publico ha 20 anos atrás. O Axl  tem mais a mesma qualidade. Pra mim é a hora de parar. Ou retomar estudos, rever diretrizes de carreira. Ele me deprimiu no palco.
Ele parece não saber o que fazer consigo agora que não é mais sex simbol, que não tem mais os agudos mais potentes... poderia mudar tudo, continuar na música, mas não se propor a fazer o que fazia em outras décadas, porque definitivamente aquilo lá não foi digno da qualidade que um dia eles tiveram... Tocar por mais de duas horas... tá, isso não significa que fez bonito, um monte de gente fica anos e anos fazendo um monte de merda diariamente e não se cansa. Ficar duas horas berrando dissonâncias e passando mal não é sinônimo de força e experiência.

Eu, não gostei.

Ps: A imagem de hoje é o bom e velho OZZY OSBOURNE, que assume sua idade, seus problemas mas não cai em qualidade vocal e musical nunca! SALVE OZZY, quero envelhecer assim!

Um comentário:

Antonio Celso da Costa Brandão disse...

Achei pertinente os comentários. Só não concordo quando vc diz que o Lobão é inteligente e filósofo, ai é um pouco demais amiga Ghiza.
Beijo