terça-feira, 12 de julho de 2011

Amor em pedaços

 Inverno lembra aconchego, conforto... E crochê, tricô, bordado... essas artes femininas "do passado" também me remetem a tudo isso...

Eu me lembro até hoje da minha manta de crochê, minha ja falecida avó paterna Doracy Guerra confeccionou para mim, (na proxima viagem à SP prometo trazer a mantinha para fotos no blog) ela ainda existe e aquece bastante!

E eu queria muito que minha filha tivesse uma manta de crochê que a acompanhasse da infância até a vida adulta. Mas cadê vovós crocheteiras e tricoteiras? Hoje em dia não se faz mais avó como antigamente... rs* As duas avós da Helena não chegam nem perto de agulhas e lãs...
Mas eu, como boa nostálgica que sou, faço a vez das vovós!
Vocês se lembram daqueles quadrados de crochê da vovó (granny squares)?
Pois eu acabei de realizar esse sonho! Mesmo em paralelo com as pinturas da exposição eu fiz 117 quadrados e os uni em 13 fileiras de 9 quadrados para confeccionar a manta da Helena! Não é a primeira manta, porque eu fiz duas mantas tamanho bebê pra ela quando eu estava grávida, mas é a primeira manta de quadrados que eu fiz!
 Estou orgulhosa e feliz com o resultado, ela adorou e o melhor viu boa parte do projeto sendo feito, eu fazia alguns no trajeto do onibus: casa-trabalho-trabalho-casa e também após o jantar vendo TV.

Vejam a foto da manta terminada!



Update: Meninas, muitas me escreveram pedindo para postar um gráfico dos quadrados, eu não tenho gráfico próprio pra postar porque é uma receita que aprendi ha alguns anos e decorei. Mas aqui tem um site que ensina e depois dá pra passear nos outros posts que tá cheio de coisa linda pra aprender! Visitem o Super Ziper!
E boas artes para todas!

8 comentários:

Sara Carvalho disse...

Eita, menina prendada!!! rss
Eu também faço crochê, mas gosto mais de fazer bolsas com a técnica rsss

CARLA VIEIRA LOPES disse...

Me ensina??

Anônimo disse...

Muito amei e muito queria uma dessas. quero encomendar. hahah
.
mas vc bem q podia ensinar o ponto e como fazer 1 quadradinho né? pq aí fica mais fácil pras principinates, a gente faz 1 de cada vez, e depois une tudo.
Este post me emocionou, me fez voltar num tempo lá de trás quando tinha a minha vó mais próxima. ela ainda é viva, mas hj os tempos são outros...

Janah.

Vivi do Balaio disse...

Linda, Ghi. Admiro quem faz essa arte com as linhas, eu não tenho nenhum 'pendor' para isto... E se vc vendesse, seria sua cliente.

Artista é artista sempre, né fia?

bj.

Nádia Ilvana disse...

Ameeeei!
Acho que também estou num momento nostálgico e estou fazendo meu cachecol de trico.
Como é gratificante fazer uma manta com as próprias mãos...
Estou empolgada, sei fazer esse ponto e me animei para fazer uma manta de quadrados também.
Beijos

Nádia Ilvana disse...

Ameeei!
Coincidência ou não também estou fazendo um cachecol para mim de trico e estou adorando ver o trabalho.
É tão prazeroso usar algo que você mesma fez...
E a Helena certamente vai guardar a manta que você fez para ela com todo o carinho do mundo.
Eu sei fazer esses quadrados e estou muito animada em fazer uma manta dessas para mim.
Quem sabe uma bolsa?

Beijos

MEU MUNDO AUDIOVISUAL disse...

Traz boas lembranças,das minhas avós. Obrigado...

Bel disse...

Linda demais, o colorido tá perfeito!! adorei!!

Ví em algum seriado (acho que foi Gilmore Girls) que a filha, já adolecente, tinha uma colcha de retalhos, cujos retalhos eram de roupas ( ou de mantas, não lembro direito) que ela usou durante a infância. Achei bonito, lembrei disso com a manta da Helena :)