segunda-feira, 14 de março de 2011

Novo desenho - AVA GARDNER

"Pasmo sempre quando acabo qualquer coisa. Pasmo e desolo-me. O meu instinto de perfeição deveria inibir-me de acabar; deveria inibir-me até de dar começo. Mas distraio-me e faço. O que consigo é um produto, em mim, não de uma aplicação de vontade, mas de uma cedência dela. Começo porque não tenho força para pensar; acabo porque não tenho alma para suspender." 
(Livro do desassossego - Fernando Pessoa)


(Retrato a lápis de grafite, tamanho A3 - papel Fabriano 121L)

Nenhum comentário: