quinta-feira, 24 de março de 2011

FALANDO DE ARTE - Com Ghiza Rocha - Marlio Silveira

Essa semana falei com Marlio Silveira, autor do espetáculo "Quatro" em cartaz no Teatro da Igrejinha - UFSC
Vale a pena conferir!


ESPETÁCULO METATEATRAL DE AUTOR CATARINENSE VOLTA AOS PALCOS DE FLORIANÓPOLIS

    O grupo Círculo apresenta nos dias 18, 19, 20 e no outro fim de semana, dias 25, 26 e 27 de março, no Teatro da Igrejinha da UFSC, o espetáculo Quatro. A peça, de autoria do Florianopolitano Márlio Silveira da Silva, foi montada pela primeira e única vez em 1997. A atual produção de Quatro conta com recursos do grupo e o apoio do Supermercado Hippo, onde é possível retirar panfletos que dão direito a desconto ou comprar ingressos antecipadamente.

    SINOPSE 
    Quatro conta a história de um funcionário público que quer alcançar a fama escrevendo peças de teatro para a Associação de Jovens Católicos (AJOCA). No caminho para o trabalho, encontra um absorvente de uma professora chamada Nilza - moça "simples" que deseja uma vida "normal" - e acaba ficando seu amigo. Nilza empresta um livro para Mauro, sobre um vampiro catarinense vindo de Bom Retiro, com o intuito de ajudar o autor em suas ideias. Mauro, então, escreve uma peça que conta a história de relação entre o Vampiro Ivan e de uma prostituta chamada Aparecida.
   
    De acordo com Márlio, o vampiro foi escrito inspirado no ator Ademir Rosa (nome do atual do Teatro do CIC, em Florianópolis). Ademir Rosa, que também atuaria na primeira montagem da peça, faleceu ainda no processo de pré-produção, ainda em 1997.

    UMA NOVA ROUPAGEM
    Hoje, 14 anos após a realização do espetáculo, o diretor do Grupo Círculo, Christiano Scheiner, remonta Quatro com uma nova linguagem. A peça se passa, originalmente, na década de 50, com a chegada dos eletrodomésticos. Já a nova montagem, segundo ele, "a peça joga numa relação atemporal para uma construção subjetiva do público em torno do enredo e não especificamente de seu tempo". O diretor explica que escolheu o Quatro para "reapresentar o texto de um autor catarinense dentro de uma dramaturgia que é altamente contemporânea e complexa mas pouco conhecida do público".
    Essa é a segunda peça do Grupo Círculo a ser encenada em março. "Pequeno Monólogo de Julieta", também dirigida por Scheiner, será apresentada na mostra Fringe do Festival de Teatro de Curitiba.

    NOVATOS NO FRONT
    Dois dos atores vão ter sua estreia nos palcos: os estudantes de cinema Juliana Lourenção e Saulo França Rosa. O elenco conta também com os veteranos Aline Maya e Murillo Magalhães, que já atuou no extinto Grupo A, companhia teatral responsável pela primeira montagem de Quatro.

    AMBIENTAÇÃO SONORA
    A ambientação sonora fica por conta de Hedra Rockenbach, musicista do Grupo Cena 11 de Dança, que ultimamente tem se aventurado no teatro, compôs a ambientação de Pequeno Monólogo de Julieta, também do Grupo Círculo, e para a Téspis Cia. de Teatro, em que fora premiada pela Trilha Sonora de “Pequeno Inventário de Impropriedades” no VI Festival Nacional de Teatro de Limeira – SP.

    DA HOLANDA PARA FLORIANÓPOLIS
    O escritor Márlio Silveira da Silva veio de Amsterdã, onde reside desde 1992, especialmente para aplaudir a peça. Essa será a primeira vez que o autor assiste a montagem do Quatro.


    SERVIÇO:

    O quê: Espetáculo Quatro
    Quando: dias 18 (sex), 19 (sáb), 20 (dom) e 25 (sex), 26 (sab) e 27 (dom)
    Onde: Teatro da Igrejinha da UFSC
    Hora: 20h
    Quanto: R$10 inteira, R$5 meia para estudantes, idosos, profissionais da área e com panfleto.
    Ingressos e panfletos podem ser adquiridos nos Supermercados Hippo da rua Almirante Lamego, 761 e rua Almirante Alvim, 555, ambos no Centro de Florianópolis.

Nenhum comentário: