segunda-feira, 11 de outubro de 2010

.

E então tu optaste pelo silêncio.
Se as palavras perderam a exatidão,
se nos largamos no vazio do presente...

Sigo bailando solitária com meu eco, insistente estampa em branco e preto no meu peito...