quarta-feira, 20 de junho de 2007

Amanhã.


O mundo me revela suas delicadezas através de sinais,
Gotas de emoção impressas no tempo,
Nas pessoas,
Nos lugares...
Dessa maneira me seduz e enlaça.
Jogo-me na rede dormente dos dias,
Entrego-me ao encantamento de ser amanhã,
De ser novamente, novidade...

quarta-feira, 6 de junho de 2007

Ontem.


Tentei amarrar aqueles dias,
Com a linha dourada e frágil
Na qual emaranhei meus sonhos,
Quis soprar-te meus prazeres,
Para cegar-te ao meu lado,
E assim injusta, fervente e tola,
Seguir amarrada aos meus devaneios solitários,
Ancorada numa fantasia já despedaçada...