domingo, 4 de março de 2007

Fim.


Emudeci,
Talvez pelos anos que insistem em me acuar,
Talvez pelas estradas nas quais teimo em vagar,
Talvez pelo seu canto que me basta...
Emudeci,
E me encontrei demorada, cheirando flores,
Assistindo a sóis e dilúvios,
Ouvindo histórias e lamentos,
Deflorando inícios e finais,
Colhendo verbos e almas...
Emudeci,
E consegui dizer-me tudo.

6 comentários:

Michelle Sanches disse...

Que curioso amiga... esse texto vem de encontro ao momento que vivo!
Amei! Gde bjo da sua amiga mano que está com saudade!!
Mica.

Sonia disse...

É no silêncio que conseguimos ouvir a voz interior.

Aju disse...

To precisando emudecer será? o.O

Nem vou falar nada sobre o poema q fica repetitivo eles sempre sao tao bons... =]

Bjos

O Sibarita disse...

Oi Ghiza! Belo poema, com certeza de vez em quando é bom ficar na muda, faça fé!

Oi não sei o que está ocorrendo, porém, para entrar no seu blogue tá dificil aparece que não existe, sinceramente, tomei um susto retado, depois de alguns dias tentando consegui entrar agora via o blogue de Letícia.

abraços,
O Sibarita

Cadinho RoCo disse...

Desci ao dizer do meu não dizer, emudeci.
Cadinho RoCo

M. disse...

Gosto muito.