quinta-feira, 4 de janeiro de 2007

Quimeras...


Em cada canto,
Em cada destino,
Em cada estrela,
Cintilam as possibilidades,
Aquilo que não fui...
A covardia que preferi,
Emudeceu as canções,
Trancou os destinos,
Apagou as estrelas...
E hoje me resta apenas a distância,
Medida da utopia...
O que realmente desejo,
Ser uma daquelas bandeirinhas,
Ou morar naquela casinha que te apontei,
Ou pousar na sua boca de um jeito que nunca ousei...

5 comentários:

Thiago Quintella disse...

aquilo que não fomos um dia poderemos ser! O imaginário está em nós para isso!! hehehee

Aju disse...

É pra todo quimera deveria existir um berelofon =/

Bjos Ghiza =]

luis manoel siqueira disse...

Quem sabe um dia eu serei o cicerone de sua familia numa visita ao sertão ?

Fred Neumann disse...

Oi, cara ghiza, não adianta, falou em " Quimeras" eu sempre lembro da música da banda Zero, doa anos oitenta do pop brasilis, hehehe!
E que foto sensacional, quem é o autor? Deve ter outras bonitas...foi vc???

Beijocas!

Monica disse...

Que foto e texto em perfeita sintonia..amei!!!!!!
Vc e suas lindas palavras...
:)))))))
Bjsssssss querida!!!!!!!!