quarta-feira, 2 de agosto de 2006

Partidos.


Estamos de partida,
Com bilhete, plataforma e horário
Rumo ao risco de abandonar-te
Deixar-te a sós com nosso silêncio e pedaços

Partiremos,
Eu, devaneio e desejo
Eu, amor e vazio,
Eu, chuva e suspiro.

Em compasso de tango sem dama,
Em vôo de folha de outono,
Em eco de copo vazio,
Em vagão de trilho algum.

Partidos.

5 comentários:

greentea disse...

não podemos partir assim
não podemos ser folha de outono

mas queremos ser folha de primavera

por isso te deixo um desafio em forma de
tanka pela paz.

com beijinhos e escrita de Pessoa

M. disse...

Muito belo!

Thiago Quintella disse...

Tem boas prespectivas quando os caminhos são feitos pelas andanças!!

Rika disse...

Muito Bom. Gostei muito!

greentea disse...

há sempre um trilho...


que é o nosso

por vezes não o encontramos logo!