sábado, 22 de abril de 2006

Passagem.


Cansei de mim,
Retornarei em novo ventre,
Casa,
Novas águas me banharão
Outros sons me ausentarão
Com novo alimento crescerei...
Em novo mundo,
com outro nome, outro Orixá...
Sonhos distintos dos que sonhei,
Com decepções díspares, chorarei
Sob instintos diferentes
Buscarei meu rumo
Em novas nações,
Outros mantos...
Novos aromas,
Beijos incomuns, ocupações desconhecidas...
E seres fantásticos me conduzirão
sorridente e ansiosa
ao inevitável e desconhecido anoitecer...

Nenhum comentário: