segunda-feira, 3 de outubro de 2005

Quadrúpede.


Queria falar sobre o amor de maneira suave
Mas não posso porque nunca amei de maneira suave.Nunca tive por alguém sentimento assim: suave.
Nem fui suave para alguém.Não tenho voz, corpo nem sequer olhar suave......nenhuma das pessoas que amo são suaves...elas entram e saem da minha vida de forma bruta e rasgada.
E o que desenham na minha história não é recordação suave, é alegria, riso, frase e momentos violentamente amorosos, felicidade bruta e rasgada...
As ficam comigo, insistem em me aceitar, matéria prima, incapaz de virar poesia suave...
O amor não tem suavidade, mas eu insisto em querer pensá-lo assim...
Não gostaria de assumir que gosto de sentir por alguém sentimento tão dilacerante e irascível.
Com o que sei sobre amor, não dá pra fazer poesia suave...

Nenhum comentário: