domingo, 23 de outubro de 2005

Positivo.

Hoje acordei tendo a certeza de que o que antes era abstração, agora é concreto.
Você que antes era somente um sonho, uma idéia, agora existe.
Pelo pouco que conheço sobre o assunto, você está bem parecido com um ponto final. Assim: .O ponto final de um período onde éramos apenas dois, dois sonhadores interessados em você, que ainda nem tem forma...
você é bem parecido com o que eu pensava ser a felicidade...
tem um jeito de magia, sinto uns sintomas de encantamento profundo bem parecidos com os que seu pai fez comigo...
e ainda é apenas um ponto...
final da minha era de egoísmo, início da minha era fantástica.Em breve você não se parecerá mais com um ponto (que bom!) e será mais parecido com palavra, aquela monossílaba, que sai da boca quando estamos tímidos...
talvez algo como um “Ei!” para poder, mais tarde, se transformar em substantivo,
aquele que todos já querem saber, “menino” ou “menina” essas coisas...Mas você, que já sabe quem é, vai insistir em me fazer escrava dos seus segredos...
Depois, quando eu for pouco para sua imensidão,
você sairá de dentro de mim, já forte, em forma de verbo,
para ganhar este mundo que me faz essa contempladora incapaz de interpretar o maior feitiço de todos:
a Vida.

Nenhum comentário: